Fundação Padre Anchieta

Imprensa

Contato alebarbosa@tvcultura.com.br
23/02/2017

Roda Viva Internacional entrevista presidente de ONG internacional de Direitos Humanos

Entrevista com Kenneth Roth será exibida nesta quinta-feira (23/2), às 23h30, na TV Cultura
20170301164609_rroda-viva-kenneth-roth-foto-jair-magri-31-2-.jpg
20170301164609_rroda-viva-kenneth-roth-foto-jair-magri-31-2-.jpg

São Paulo, 22 de fevereiro de 2017 - Nesta quinta-feira (23/2), o Roda Viva Internacional exibe entrevista com Kenneth Roth, presidente da Human Rights Watch, organização Internacional de Direitos Humanos, que atua em mais de noventa países. O programa da TV Cultura vai ao ar às 23h30.

No programa, apresentado excepcionalmente por Ricardo Ferraz, Kenneth fala sobre o respeito aos Direitos Humanos em áreas de conflito e outras regiões do mundo, inclusive o Brasil. E também detalha as missões da organização, que está presente em dezenas de países.

Formado em Direito na Universidade Yale, Kenneth Roth tem conduzido diversas investigações e missões de direitos humanos ao redor do mundo. Escreve também sobre os temas de justiça internacional, combate ao terrorismo e políticas externas de potências mundiais.

Sobre o Brasil ressalta: “Existe uma tendência a pensar: ‘As pessoas que falam sobre direitos só falam sobre os direitos dos criminosos’. Mas acho que isso, antes de tudo, é um triste reflexo de que muitos brasileiros, devido a diferenças raciais, diferenças econômicas, não se identificam com as pessoas que a polícia pode estar matando nas favelas ou com as pessoas que podem estar presas arbitrariamente.”

Participaram da bancada de entrevistadores Patrícia Campos Melllo, repórter especial do jornal Folha de S. Paulo e colunista da Folha.com; Arlene Clemesha, professora de História Árabe da USP; Fernanda Simas, chefe de reportagem de Internacional do jornal O Estado de S. Paulo; Thais Lazzeri, repórter de sociedade e direitos humanos da Revista Época; e Bruno Langeani, coordenador da área de sistemas de justiça e segurança pública do Instituto Sou da Paz.