Fundação Padre Anchieta

Imprensa

Contato alebarbosa@tvcultura.com.br
11/01/2017

Crise penitenciária brasileira entra em pauta no JC Debate

Especialistas abordam o tema no programa inédito desta quarta-feira (11/1), às 12h30, na TV Cultura
Andresa Boni
Jair Magri
Andresa Boni

Nesta quarta-feira (11/1), o JC Debate discute os motivos da atual crise penitenciária e possíveis soluções para ela. O jornalístico também analisa o novo Plano Nacional de Segurança anunciado pelas autoridades federais na última sexta-feira (6/1). Apresentado por Andresa Boni, o programa vai ao ar às 12h30, na TV Cultura.

Quase cem pessoas morreram em presídios brasileiros nos primeiros dez dias de 2017, evidenciando uma situação gravíssima ocasionada, entre outros fatores, por prisões superlotadas em todos os estados do país e pelo domínio de organizações criminosas sobre os detentos. Os casos mais graves são referentes a Amazonas, Rondônia, Tocantins, Maranhão, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, e o Ministério da Justiça confirmou o envio da Força Nacional de Segurança para Amazonas, Roraima, Rondônia e Mato Grosso.

O Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo: 644.529 presos, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Na frente estão Estados Unidos (2.217.000) e China (1.657.812). Do total, 41% dos presos são provisórios. Para falar sobre o tema e entender melhor esses números, Andresa recebe os especialistas Adriana Martorelli, presidente da Comissão de Direito Criminal e Penitenciário da OAB-SP, e Ivan Marques, diretor executivo do Instituto Sou da Paz.